SE A NATUREZA FALASSE, GRITARIA: “SOCORRO!”

setembro 08, 2020


Inconscientemente e aos poucos a natureza vai se esvaindo. E, um dia, até mesmo o pouco vai acabar. Vai cessar. Sem mais verdes para olhar. Isso porque as pessoas dão mais valor à tecnologia do que ao meio ambiente. O pé na terra foi substituído pelo touch em telas manchadas. O curioso caso de pessoas cujo único desejo ambiental é que dinheiro cresça em árvore.

Em um de seus poemas, Bráulio Bessa analisa:

“Pra que banheiro de luxo sem ter água no chuveiro?

Pra que restaurante chique sem comida, companheiro?

Vale a pena terminar com o pulmão seco de ar e o bolso cheio de dinheiro?”

 

Fica o questionamento e a preocupação. Afinal, o preço de um produto, hoje em dia, tem mais valor que a vida, mas – pasmem, não tem! Viramos predadores da nossa própria raça. Não (des)matamos a natureza, mas matamos a nós próprios quando os galhos das árvores encostam o solo. Até quando?

 

Não descarte esse aviso. Ele é reciclável!

You Might Also Like

0 comentários