ONG DE TIJUCAS É CONTEMPLADA EM EDITAL DA FUNDAÇÃO CATARINENSE DE CULTURA

outubro 20, 2020

A Associação Caminho das Águas do Tijucas (ACAT), ONG que promove ações de sustentabilidade e preservação dos recursos hídricos e do meio ambiente da região, foi contemplada no Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura 2020, promovido pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC). Neste ano, a FCC irá destinar R$ 5,6 milhões ao setor cultural, que serão distribuídos a 220 projetos divididos em três editais: Patrimônio e Paisagem Cultural, Artes e Artes Populares.



O projeto da ACAT selecionado foi o vídeo documentário “Canoa bordada de Guarapuvu - a embarcação de um pau só”, que objetiva promover sessões itinerantes de exibição, em sete municípios do litoral centro catarinense (Tijucas, Porto Belo, Bombinhas, Itapema, Governador Celso Ramos, Biguaçu e Florianópolis) de um vídeo documentário de 30 minutos que apresenta o desaparecimento das tradicionais canoas bordadas de Guarapuvu - feita do tronco de uma única árvore, que historicamente subsidiaram a cultura e a economia da pesca artesanal catarinense. 



O vídeo documentário em questão já foi produzido através do Prêmio Elisabete Anderle de 2017 e o que se espera dessa nova rodada de exibições é fomentar a expansão cultural e artística aliadas a sensibilização em prol das comunidades tradicionais pesqueiras, integrando a arte, a cultura, a pesca artesanal e a sustentabilidade através do uso das artes visuais.



O projeto será realizado pela ACAT com apoio da Colônia de Pescadores de Tijucas Z 25 e Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tijucas e com recursos do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense da Cultura.




You Might Also Like

0 comentários