COMO A NEVE É FORMADA?

agosto 16, 2021

Flocos de neve caindo do céu e descansando sobre as árvores, carros e telhados podem ser vistos como uma cena poética de filme. No Brasil, portanto, uma imagem dessas é rara, mas não impossível de acontecer, principalmente na região Sul.


A neve, porém, é rara porque precisa da combinação de uma série de fatores para acontecer. A formação dela está associada ao clima de uma região específica, por meio de fenômenos meteorológicos que causam a mudança de estado físico da água para o estado sólido. Ela pode ser encontrada na natureza nos mais variados tipos, tais como flocos, granizo, grão de neve, entre outros.


Para nevar é necessário que a temperatura esteja em torno de 0 graus ou negativa e o clima esteja com muita nevoa ou prestes a chover no local. A garoa fina transforma-se nos flocos de neve e, quando passa a cair já congelada, acumula-se no solo.

A forma como os cristais de gelo se unem confere a cada floco de neve um desenho único. Basicamente, os flocos têm sete formatos, sendo eles:

  • Estrelas;
  • Agulhas;
  • Dendritos (que têm ramos);
  • Pratos;
  • Colunas;
  • Colunas coroadas por pratos e irregulares (danificados).

Logo, o formato que um cristal de gelo assume depende da temperatura e do teor de umidade presente na nuvem. Mesmo assim, a maioria dos flocos de neve tem seis pontas ou seis lados.


Para muitas pessoas em outros países do mundo a neve é algo comum do cotidiano. Apesar de ser muito divertido ver neve ocasionalmente, para quem convive com ela durante grande parte do ano pode ser um desafio, pois as plantas não crescem, as pessoas e animais sentem frio, as estradas ficam lisas, entre os mais diversos motivos.

Assim, percebe-se que viver em um clima ensolarado (como no Brasil) é um grande benefício, uma vez que na maior parte do ano é possível aproveitar e sair de casa sem preocupações.

 

Assista a videoaula:



You Might Also Like

0 comentários