RIO NÃO É CACHOEIRA

outubro 04, 2021

Você sabia que é um erro comum as pessoas confundirem as denominações de rio e cachoeira? Segundo a caracterização da Agência Nacional das Águas, os cursos de água podem ser qualquer corpo de água corrente, como os rios, córregos e riachos. A diferença entre os três exemplos é apenas o tamanho e a largura que cada exemplar pode vir a possuir. Os rios, por sua vez, possuem maiores vazões de água, enquanto os córregos e riachos menores.


No caso das cachoeiras (que as pessoas costumam confundir com o rio), é a parte de um rio em que um desnível brusco no relevo causa uma queda de um grande volume de água e acaba formando uma espécie de cortina em queda livre.


De uma maneira didática, pode-se afirmar que um rio ou flúmen (palavra derivada do latim, em raros casos utilizada em textos poéticos) é uma corrente natural de água que flui com continuidade. Possui um caudal considerável e desemboca no mar, num lago ou noutro rio, e em tal caso denomina-se afluente. Podem apresentar várias redes de drenagem. Já a cachoeira é a queda natural de água.

Se você já viu uma cachoeira sabe que essa é uma visão muito bonita e vale a muito conhecer!


ASSISTA A VIDEOAULA:



You Might Also Like

0 comentários