COMO FAZER A PESCARIA RENDER DURANTE O INVERNO

 

Na região sul, o inverno chega a meados de julho e se estende até a segunda quinzena de setembro. No entanto, os pescadores precisam se preparar um pouco antes para a temporada, tendo em vista a enorme procura por tainha, que acontece em dias de frio mais rigoroso.

É verdade também que a prática da pesca, seja ela esportiva ou convencional, fica um pouco mais difícil em meio a temperaturas mais baixas. As fisgadas passam a ser um grande desafio. Por isso, reunimos conselhos e conhecimentos de outros pescadores para tentar driblar esses empecilhos naturais que aparecem durante a estação e dificultam uma das atividades mais amadas ao ar livre.

Algumas espécies de peixes, no entanto, são amigas do frio, isto é, aparecem com mais frequência em meio a dias de frio rigorosos, como é o caso do dourado, trutas, carpas, anchovas e traíras, por exemplo.


Um dos questionamentos mais frequentes é com relação à alimentação dos peixes no inverno. A temperatura da água fica muito mais baixa durante o outono e o inverno, obviamente, e isso faz com que o metabolismo dos peixes desacelere, por isso no frio os peixes se alimentam menos, sendo apenas o suficiente para se manterem vivos e bem nutridos.

Essa condição também interfere diretamente no momento da fisgada. Por eles estarem com o metabolismo funcionando em baixa, os peixes acabam ficando mais “manhosos”, ou seja, a mordida na isca já não é mais tão feroz e, muitas vezes, não se sente nem a fisgada. Dica: invista em equipamentos mais sensíveis, especialmente se você utiliza iscas artificiais.

Mas nem só os peixes encaram o tempo gelado como um desafio. O próprio pescador precisa cuidar de si para garantir uma pesca de sucesso, afinal, a vontade de pescar é sempre maior do que o frio. Por isso, é necessário investir em boas vestimentas, como camisas de pesca, jaquetas, macacões e capas de chuva adequadas para pescaria.


Fique atento também ao sol, uma vez que, durante o inverno, a emissão de raios UV ainda continua alta. Nesse caso, não abra mão de óculos polarizados e protetor solar.

Outra dica é manter a vacinação da gripe em dia, já que as baixas temperaturas podem desencadear a doença – e ninguém quer cancelar a pescaria por motivo de saúde.

Por fim, lembre-se: pescar é bom, mas soltar é melhor ainda. Garanta seu frito, mas sempre com consciência.

0 Comentários